Sistemas InfoWeb | Desenvolvimento de Sistemas Web
Sistema InfoWeb

Como funciona a estrutura mundial do Sistema de Nomes de Domínios?

O Domain Name System(Sistema de Nome de Domínio) utiliza um esquema de nomes hierárquico conhecido como nomes de domínios (domain names), que é semelhante à árvore do sistema de arquivos do UNIX. A raiz (root) da árvore do DNS é um nó especial com uma identificação nula (null label). O nome de domínio de qualquer nó na árvore é a lista de identificadores (labels), começando nesse nó, em direção à raiz, utilizando um sinal ‘.’ para separar os identificadores. Sessões individuais de um nome podem representar sites ou um grupo, mas o sistema de domínios chama a cada sessão um identificador.

A diferença entre o sistema de arquivos do UNIX e a árvore do DNS é que no UNIX se inicia na raiz e desce para baixo enquanto no DNS a ordem é inversa, ou seja, começa-se nas folhas e sobe em direção à raiz. Escrever os identificadores desta forma permite que sejam utilizadas técnicas de compressão em mensagens que contenham múltiplos nomes de domínios.

Por exemplo, o nome de domínio www.registrodedominios.net.br contém três identificadores: registrodedominios, .net, e .br. Qualquer sufixo de um identificador num nome de domínio também se chama domínio. No exemplo abaixo, o identificador de domínio de mais baixo nível é www.registrodedominios.net.br (o nome de domínio da nossa empresa de registro de domínios), o domínio de segundo nível é o net.br , e o domínio de topo é o br (o nome de domínio para o Brasil). O nó br é um nó de segundo nível, já que está imediatamente abaixo da raiz.

Podemos ver que os nomes de domínios são construídos hierarquicamente, sendo o nível mais alto da hierarquia o último identificador.

Cada nó na árvore tem de possuir um nome de domínio único, mas o mesmo identificador pode ser utilizado em pontos diferentes da árvore. Os domínios de topo (top-level domains) estão divididos em três áreas:

O domínio arpa é um domínio especial utilizado para mapeamento inverso, isto é, tendo o endereço IP numérico, consegue se obter o nome do domínio;
Os principais e mais utilizados nomes de domínios de topo (Top Level Domains) genéricos são os domínios .com , .net , .org , .info e .biz;
Os nomes de domínios de topo com 2 caracteres são baseados nos códigos dos países, e são chamados de domínios geográficos.
Como o DNS foi introduzido originalmente nos Estados Unidos e o componente final de um endereço destinava-se a indicar o tipo de organização onde estava localizado o computador. Dessa forma, alguns dos domínios de topo (.edu, .gov e .mil) ainda só são utilizados por organizações baseadas nos Estados Unidos.

Os códigos de duas letras que indicam o país de origem estão definidos no ISO 3166 com a excepção do uk utilizado pelo Reino Unido (United Kingdom) em vez de gb, embora existam alguns sites .gb. Isto aconteceu aparentemente devido ao facto do comité ISO não ter a percepção de que a Irlanda do Norte fazia parte do Reino Unido mas não da Grã-Bretanha. O código us é utilizado por alguns sites nos Estados Unidos.

Em alguns países existem sub-domínios que indicam o tipo de organização como por exemplo, ac.uk, co.uk e sch.uk no Reino Unido e edu.au e com.au na Austrália. A maior parte dos países Europeus não adoptou esta prática. Informação sobre os domínios DNS do Reino Unido encontra-se no UK Network Information Centre.

Um sistema de nomes de domínio (DNS) é um banco de dados de nomes distribuído hierarquicamente.

Os nomes do banco de dados DNS estabelecem uma estrutura lógica de árvore, conhecida como espaço de nomes de domínio.
Cada nó ou domínio do espaço de nomes de domínio tem um nome e pode conter subdomínios.
Os domínios e subdomínios agrupam-se em zonas para permitir a administração distribuída do espaço de nomes (as zonas descrevem-se mais adiante).
O nome do domínio identifica a posição do mesmo na hierarquia lógica do DNS em relação ao seu domínio principal, ao separar cada ramo da árvore com um ponto.
A estruturação do sistema DNS baseia-se numa estrutura em árvore na qual são definidos domínios de nível superiores (chamados TLD, para Top Level Domains), ligados a um nó raíz representado por um ponto.

Chama-se “nome de domínio” cada nó da árvore. Cada nó possui uma etiqueta (em inglês “label”) de um comprimento máximo de 63 caracteres.

O conjunto dos nomes de domínio constitui assim uma árvore invertida onde cada nó está separado do seguinte por um ponto (“.”).

A extremidade de um ramo chama-se host, e corresponde a uma máquina ou a uma entidade da rede. O nome de host que lhe é atribuído deve ser único no domínio considerado ou, se for caso disso, no subdomínio. Por exemplo, o servidor web de um domínio tem geralmente o nome www.

A palavra “domínio” corresponde formalmente ao sufixo de um nome de domínio, isto é, o conjunto das etiquetas de nós de uma árvore, com excessão do host.

O nome absoluto correspondente ao conjunto das etiquetas dos nós de uma árvore, separados por pontos, e terminado por um ponto final, é chamado de endereço FQDN (Fully Qualified Domain Name, ou seja, Nome de Domínio totalmente Qualificado). A profundidade máxima da árvore é de 127 níveis e o comprimento máximo de um nome FQDN é de 255 caracteres. O endereço FQDN permite localizar de maneira única uma máquina na rede das redes. Assim, www.sistemasinfoweb.com.br. representa um endereço FQDN.

Agora que já temos uma breve noção do que é o sistema de nomes de domínios (DNS) vamos para o próximo passo e entender como funcionam os Servidores de Nomes de Domínios (DNS), pode parecer redudante e você deve estar se perguntando: Afinal a sigla DNS significa Domain Name System ou Domain Name Server? A resposta é que significa as duas coisas, porém quando falamos de DNS e nos referimos a Domain Name System(Sistema de Nomes de Domínios) estamos falando do sistema como um todo, ou seja, estamos nos referindo ao sistema geral de nomes de domínios de forma ampla, sobre o que é o próprio sistema de nomes de domínios como um todo enquanto quando estamos falando de DNS nos referindo a Domain Name Server( Servidor de Nome de Domínio) estamos falando somo o próprio nome já diz da configuração do lado do servidor e estamos facando a nossa atenção aos softwares e ferramentas dísponiveis do lado cliente e servidor para o processo de configuração dos hostnames e nameservers que fazem com que o nossos servidores funcionem e resolvam os nomes de domínios e seus IP´s corretamente.

Deixe uma Resposta.

Entre em Contato Conosco!!!

Entre em Contato Conosco!!!

Seja Bem Vindo, Em que Posso Ajuda-lo

De Enter para Enviar